24/02/2017

Incentivo do governo impulsiona setor da construção

construcao_civil

De maneira a impulsionar a retomada da economia brasileira, o governo Temer lançou um pacote de medidas junto ao programa minha casa minha vida que promete movimentar o mercado da construção. As mudanças propostas pelo governo federal animaram o setor imobiliário.

A partir de agora, poderão aderir ao programa as famílias com renda mensal de até 9 mil reais, valor antes que chegava apenas a 6,5 mil, o que possibilita “engordar” o público potencial, ou seja, elevar o número de famílias beneficiadas. Além disto, o teto do valor dos imóveis que podem ser financiados aumentou, os valores variam de acordo com a cidade ou região em questão.

Oliveira, ministro do planejamento, afirmou que o principal objetivo da medida é ampliar a geração de emprego. Seguindo nesta perspectiva, o diretor geral da Brasil Brokers no Rio de Janeiro, Mario Amorim, afirma que as medidas sinalizam que o governo parece entender a importância do setor de construção civil para a economia brasileira, segundo ele, mais negócios deverão acontecer, o que acarretará a necessidade de se contratar mais mão de obra para erguer novos projetos imobiliários.

Atento a estas alterações e ao encontro do horizonte positivo para o setor da construção que se vislumbra, as empresas que integram esta cadeia retomam o apetite por investimentos, ao mesmo tempo, começam a se reorganizar e traçar um segundo semestre animador com um futuro promissor e sustentável rumo a retomada do crescimento.

empresa-construcao-civil

Voltar